Habitação

Cohapar construirá mais de 818 casas no Noroeste do Paraná - 27/05/2011 18:21

Durante o lançamento do programa de desenvolvimento da região do Arenito Caiuá, em Paranavaí, nesta sexta-feira (27), foi anunciada a construção de 818 novas moradias em cidades da região Noroeste do Estado. O governador Beto Richa afirmou que vai promover o resgate da região, que hoje tem os mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado. “Vamos tornar esta região mais próspera com garantia de serviços públicos de qualidade para construir um novo Paraná”.

Foram assinados protocolos de intenção com as cidades de Paranavaí, para construção de 252 unidades; Marilena, para 58 casas e Terra Rica, para 112 moradias. Além destas, as prefeituras de Loanda (120 casas), Santa Cruz do Monte Castelo (64), Paraíso do Norte (32) e Alto Paraíso (180) formalizaram a doação de áreas para a construção de novas moradias.

O governador explicou que quando foi prefeito de Curitiba firmou a maior parceria habitacional de todo o Brasil com o governo Federal e vai continuar trabalhando junto para que o Estado possa construir casas em todos os municípios. “Lançamos um programa habitacional ousado que somente este ano vai atender 27,5 mil famílias, vamos promover uma revolução no nosso Estado, levando casas dignas a todos os paranaenses”.

O presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Mounir Chaowiche, disse que oferecer moradias dignas é o primeiro passo para melhorar a qualidade de vida das famílias. “As pessoas precisam da casa própria para iniciar o processo de resgate social, por isso é tão importante a prioridade que o governador Beto Richa dá à habitação em seu governo”.

A senadora Gleisi Hoffmann destacou a parceria entre Cohapar, governo Federal e municípios. “Quando as três esferas se unem temos uma cadeia de ações e intervenções que facilitam o acesso das famílias mais pobres à casa própria”.

O superintendente da Caixa Econômica, Fábio Carnelós, disse que o trabalho da Cohapar é necessário para o desenvolvimento de uma política pública concreta. “Sempre fomos grandes parceiros e agora com esta reestruturação da Companhia temos certeza que o resultado ultrapassará as metas estabelecidas pelo governo do Estado”.

O prefeito de Paranavaí, Rogério Lorenzetti, disse que não acreditava nesta agilidade logo no início do governo. “Sabemos que é necessário um tempo até a nova gestão se adaptar à realidade e conhecer as dificuldades, mas fiquei impressionado com a disposição em construir novas casas. A prioridade foi comprovada com estas assinaturas aqui hoje”.

Álvaro de Freitas Netto, prefeito de Loanda, doou uma área para construir 120 novas casas e afirmou que o município não recebe casas populares há mais de sete anos. “Estava tentando doar esta área há três anos e somente agora consegui. Estamos muito confiantes na política de habitação do Paraná, afinal precisamos da Cohapar para construir novos conjuntos”.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais