Saúde

Paraná atinge meta de vacinação contra a gripe - 19/05/2011 14:20

O Paraná atingiu nesta quinta-feira (19) a meta da campanha de vacinação contra a gripe, que era imunizar 80% do grupo populacional formado por gestantes, idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a dois anos, indígenas e trabalhadores de saúde que atuem diretamente no atendimento a pacientes de influenzas. Foram vacinadas 1,33 milhão de pessoas no Estado. A campanha de vacinação contra a gripe vai até esta sexta-feira (20).

A vacina, que está disponível nas 2,2 mil unidades de saúde distribuídas em todo Paraná, protege contra os três vírus influenza mais circulantes no País: influenza A (H3N2) – sazonal, influenza A (H1N1) e influenza tipo B. “Prorrogamos a vacinação para dar a oportunidade às pessoas incluídas nos grupos prioritários que ainda não se vacinaram. A vacina é segura e eficaz e evita complicações respiratórias”, destaca o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto.

O grupo das gestantes foi o que menos se vacinou até agora. Apenas 54,4% das grávidas foram vacinadas até o final da manhã desta quinta-feira. “Além de proteger a gestante, que está mais suscetível a contrair infecções neste período, a vacina também protege o bebê após o nascimento”, explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Ivana Kaminski.

A Secretaria da Saúde recomenda que as pessoas que estiverem doentes (febre alta ou moderada) adiem a vacinação até que estejam melhores. A vacina só é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia ou alergia severa ao ovo de galinha e seus derivados, assim como a qualquer componente da vacina e também para pessoas que apresentaram reações anafiláticas graves a doses anteriores.

NÚMEROS – A partir deste ano a atualização dos dados da vacinação é realizada online pelos próprios municípios. Em razão disso, os números podem sofrer alterações durante o dia e após o final da campanha.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais