Meio Ambiente

IAP promove curso de capacitação sobre espécies exóticas no Parque de Vila Velha - 10/05/2011 09:10

Começou nesta terça-feira (10), no Parque Estadual de Vila Velha, em Ponta Grossa, o primeiro curso de capacitação sobre espécies exóticas invasoras em Unidades de Conservação promovido pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). As aulas acontecem durante dois dias (10 e 11) e as inscrições são gratuitas. Ao todo, o IAP promoverá quatro cursos – entre os dias 10 e 20 de maio – destinados a gerentes de Unidades de Conservação, guarda parques, viveiristas, agentes municipais e estudantes. Para cada turma estão sendo destinadas 30 vagas.

O presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Luiz Tarcísio Mossato Pinto, afirma que as espécies exóticas invasoras são consideradas atualmente a segunda maior causa mundial de perda de biodiversidade em ambientes naturais e a primeira em Unidades de Conservação. “O curso é importante para mostrar que a instituição está empenhada em multiplicar o conhecimento dos nossos técnicos e pesquisadores sobre um tema de tamanha importância para a proteção das nossas espécies nativas”.

As espécies exóticas – trazidas de fora - dominam o espaço das espécies nativas, diminuindo a multiplicidade da flora e também da fauna. O objetivo da erradicação é devolver aos parques suas características naturais.

A capacitação acontece no Parque Estadual de Vila Velha, uma das 68 Unidades de Conservação coordenadas pelo IAP. O curso atualiza os participantes sobre o Programa de Erradicação de Espécies Exóticas Invasoras - desenvolvido pelo Paraná desde o ano de 2005. Iniciativa é pioneira no Brasil e deu ao IAP a premiação na 17ª edição do Prêmio Expressão de Ecologia, em 2010.

O evento conta com a presença do Diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas (DIBAP), Guilherme de Camargo Vasconcellos, a Chefe do Departamento de Unidades de Conservação (DUC), Maria do Rocio Lacerda Rocha e do Presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto.

O diretor da Dibap, Guilherme Vasconcellos, lembra que também existe a intenção de formar uma rede de parceria entre agentes municipais e os programas do IAP. “Existem municípios que trabalham em parceria com o instituto, o que é muito importante porque ajuda a multiplicar as nossas ações de maneira correta para controlar as espécies”, afirma.

PROGRAMA - O Programa de Erradicação de Espécies Exóticas Invasoras foi criado em 2005 com o objetivo de proporcionar amparo legal ao controle de invasão biológica e implementar ações de prevenção, erradicação e controle.

O Paraná foi o primeiro estado brasileiro a regulamentar a retirada de espécies exóticas - portaria 192/2005 do IAP - que permite a extração das espécies invasoras de unidades de conservação. Além disso, o Instituto tem implantando políticas públicas e ações para o controle dessas espécies.

O Paraná também foi o primeiro a publicar uma lista com 57 espécies de plantas e 26 de animais considerados exóticos aos ecossistemas paranaenses. Além disso, uma portaria reconhece oficialmente a lista e aponta os tipos de plantios comerciais de espécies exóticas que devem adotar medidas preventivas de controle para que não se transformem em vegetação invasora

SERVIÇO:

Local: Parque Estadual de Vila Velha

Endereço: rodovia BR 376 (Ponta Grossa -Curitiba), Km 28 a partir de Ponta Grossa

Datas: 1ª turma: 10 e 11 de Maio

2ª turma: 12 e 13 de Maio

3ª turma: 17 e 18 de Maio

4ª turma: 19 e 20 de Maio

PROGRMAÇÃO: 1° Dia Manhã:

08:30 - 08:45 - Abertura

08:45 - 09:30-Contexto atual das UC´s

09:00-10:15 - Diagnostico realizado em 2005 e autorização para uso emergencial do CTA

10:15-10:30 - Intervalo

10:30-12:00 - Manejo de Espécies Exóticas Invasoras

12:00-13:30 – Almoço

Tarde:

13:30-15:30 - Manejo de Espécies Exóticas Invasoras em Unidades de Conservação

15:30-16:00 – Intervalo

16:00-17:30 - Roteiro básico para planos de controle de espécies exóticas invasoras

2° Dia 08:30-12:30 - Prática de campo

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais