Ciência e Tecnologia

Tecpar promove curso de excelência em gestão - 09/05/2011 15:00

Funcionários do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) participaram, de 3 a 6 de maio, de um curso promovido pela Associação Brasileira de Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (Abipti) que contou também com a presença de colaboradores do Lactec, Embrapa Soja, Embrapa Floresta e Fundação Itaipu.

O treinamento faz parte do Programa da Excelência na Gestão, criado em 1998 pela Abipti para promover a melhoria contínua do desempenho das instituições de pesquisa tecnológica do país. Anualmente são feitos cinco cursos regionais e um nacional, oferecidos aos 48 associadas da Abipti.

Para o diretor-presidente do Tecpar, Júlio C. Felix, que já presidiu a Abipti e foi um dos idealizadores do Programa da Excelência na Gestão, os benefícios são ainda maiores para instituições públicas. “Os problemas são os mesmos, mas as inconstâncias são maiores e aí nós temos que buscar ferramentas para ter projetos mais permanentes”, disse Felix, destacando a importância do empenho dos colaboradores do Tecpar para contribuir com a melhoria da gestão. O objetivo do instituto, que participa do prêmio desde 1998, é melhorar a pontuação obtida no programa.

Com carga horária de 32 horas, o curso procura capacitar os colaboradores para elaborar um relatório anual de gestão de sua empresa com base nos critérios de excelência estabelecidos tanto pela Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) quanto pelo Gespública (programa do Ministério do Planejamento e Orçamento).

De acordo com o profissional que ministrou o curso, Silvio da Silva Candia, o grande benefício das organizações que integram o programa e passam a elaborar um relatório anual de gestão é que elas conseguem ter uma visão sistêmica da empresa, um diagnóstico do grau de excelência de sua gestão. “É possível identificar as famosas 'ilhas de excelência', setores da empresa que trabalham muito bem e identificar também os setores que apresentam falhas, promover as melhorias onde são necessárias e manter o que está dando certo”, explica Candia.

Um dos participantes do curso, o analista da Embrapa Floresta Jairo Dantas, disse que os relatórios e práticas de qualidade estudadas no curso são aplicáveis a qualquer organização. “Ter um referencial de qualidade para direcionar as boas práticas da empresa e buscar a melhoria contínua com base no que estamos sempre aprendendo é fundamental”, afirmou ele.

PROGRAMA DA EXCELÊNCIA NA GESTÃO - Os critérios de excelência são baseados em alguns fundamentos gerenciais como: pensamento sistêmico; aprendizado organizacional; cultura de inovação; liderança e constância de propósito; geração de valor; orientação por processos e informações; visão de futuro; valorização das pessoas; conhecimento sobre o cliente e o mercado; desenvolvimento de parcerias; e responsabilidade social.

Simone Abadia de Lima, analista e membro do corpo técnico do Programa da Excelência na Gestão da Abipti, explica que “a avaliação dos relatórios é feita por uma banca composta por participantes dos treinamentos promovidos no decorrer do ano e examinadores do programa. Também são feitas visitas à instituição para verificar a veracidade dos relatórios”, explica ela.

O Programa da Excelência na Gestão prevê uma premiação anual para as empresas que obtêm melhor pontuação nos diversos critérios avaliados. O prêmio não é concedido em valores monetários, mas sim em status para a instituição, que tem sua gestão classificada em um ranking nacional. No caso das instituições públicas, a entrega do prêmio normalmente é feita pelo presidente da República em cerimônia oficial.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais