Ciência e Tecnologia

Tecpar participa da Feira Inovatec - 06/05/2011 13:20

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) está participando da Feira Inovatec Paraná 2011 – Feira Paranaense de Negócios entre Empresas, Universidades e Instituições de Pesquisa, que termina nesta sexta-feira (6) no Cietep, em Curitiba. Além de um estande, o instituto participa com três apresentações no Seminário de Oferta e Demanda Tecnológica.

O evento foi aberto pelo presidente do Sistema Fiep, Rodrigo da Rocha Loures, e contou com a presença do secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), Alípio Leal, além dos reitores das universidades promotoras e de representantes de diversas instituições de ensino e pesquisa do Estado.

De acordo com os organizadores, o objetivo da feira promover a transformação do conhecimento em novos processos, produtos e serviços, aproximando empresas de universidade e outras instituições de pesquisa. Para o diretor-presidente do Tecpar, Júlio C. Felix, que também participou da abertura, trata-se de uma oportunidade para mostrar as soluções tecnológicas da instituição a empresários.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – A primeira palestra do Tecpar no Seminário de Oferta e Demanda Tecnológica, sobre o tema “Petróleo e Gás”, foi proferida pelo gerente do Centro de Engenharia de Sistemas Inteligentes, Milton Pires Ramos. Doutor em Controle de Sistemas, ele falou sobre sistemas inteligentes para monitoramento de processos industriais, destacando o exemplo de sucesso da parceria entre o Tecpar e a unidade Repar da Petrobras, em vigor desde 1992.

“Apesar dos 19 anos já decorridos de parceria entre as instituições, o tema continua a ser importante, relevante e desafiador”, destacou Ramos, mostrando aos participantes a evolução tanto da tecnologia gerada nesse processo como do relacionamento entre as duas empresas. Ele também demonstrou o funcionamento de um dos sistemas desenvolvidos para monitoramento e controle da corrosão em plantas de processamento de petróleo.

De acordo com o pesquisador do Tecpar, que é também coordenador dos projetos de desenvolvimento de sistemas inteligentes na instituição, essa tecnologia traz grandes vantagens adicionais para a empresa, como a preservação de um conhecimento que é caro e difícil de formar e o aumento da confiabilidade e da segurança dos processos.

A parceria entre as empresas não é exclusiva da unidade Repar; o Tecpar tem desenvolvido projetos com outras áreas da Petrobras. “É um trabalho que deve ter continuidade. Os sistemas inteligentes aplicados em tecnologia industrial têm ainda muita evolução e soluções a oferecer à complexa indústria do petróleo, que depende de novas tecnologias”, concluiu Ramos.

Ivete Keiko Shimada Coimbra foi outra palestrante do Tecpar. A técnica proferiu palestra sobre “Serviços tecnológicos para controle microbiológico e biológico e físico-químicos em fármacos e suprimentos médico-hospitalares e odontológicos”.

E nesta sexta-feira (6), à tarde, Lúcio Bolognese falará no painel sobre os serviços tecnológicos em madeira e mobiliário: máquinas, materiais e design.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais