Educação

Secretaria da Educação quer unificar os sistemas de ensino fundamental - 03/05/2011 17:20

A Secretaria de Estado de Educação pediu ao Conselho Estadual de Educação a unificação dos dois sistemas de ensino fundamental que coexistem hoje no Paraná, com oito ou nove anos de duração. A ideia é fazer a implantação do ensino fundamental de nove anos na rede estadual de maneira simultânea, e não gradativa, conforme prevê a deliberação n°03/07 do Conselho.

A solicitação, protocolada pela secretaria no dia 4 de abril, foi reforçada durante a reunião dos conselheiros na segunda-feira (2), que contou com a participação do vice-governador e secretário de Educação, Flávio Arns, e da superintendente de Educação, Meroujy Cavet.

De acordo com a superintendente, em 2012 a rede estadual passará a receber os alunos dos municípios que concluíram o 5º ano do ensino fundamental e terá que conviver com turmas de 5ª a 8ª séries e do 6º ao 9º ano. Caso a mudança não seja efetivada, a rede estadual não terá salas suficientes para atender os estudantes e manter os dois sistemas de ensino (com oito e nove anos de duração) de maneira concomitante.

Para Meroujy, a mudança não implica em alteração de idade e nem de conteúdos. Portanto, as matrizes curriculares serão mantidas. Outro problema decorrente da coexistência dos dois sistemas está relacionado com a transferência de alunos de outros estados. “Ainda não temos os números fechados, mas estamos trabalhando discutindo a composição destas turmas e isto geraria um impacto muito grande”, disse.

O assunto foi colocado em debate entre os conselheiros. A conselheira e presidente da Câmara de Educação Básica, Maria das Graças Saad, afirmou que ainda não tinha conhecimento da solicitação feita pela secretaria, que ainda não deve ter sido distribuído internamente pelo Conselho. “As escolas que seguiram nossa deliberação não terão problemas. Mas vamos acolher e estudar a forma mais viável de encaminhar esta solicitação. Penso que os municípios são os que irão arcar com mais impacto”, afirmou.

O secretário entende sempre como positivo o trabalho conjunto com o Conselho. "Os desafios são nossos, de toda a sociedade. E os desafios a serem encarados na parte deliberativa devem ser pensado em conjunto. Estamos fazendo o planejamento do próximo ano e encontramos esta dificuldade com relação ao ensino fundamental de 9 anos na rede estadual de ensino. Agradeço a postura do Conselho de estar disponível em escutar, refletir e pensar sobre a nossa solicitação", afirmou.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais