Ouvidoria

Programa da Ouvidoria do Paraná é modelo para todo País - 09/08/2010 15:20

O Sistema OUV, programa adotado pela Secretaria Especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral do Estado que possibilita o registro e o encaminhamento de solicitações, reclamações e sugestões da população, confirmou mais uma vez sua condição de modelo para os demais Estados brasileiros.

Na quinta-feira (5), o secretário especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral do Estado, Antonio Comparsi de Mello, recebeu a visita do ouvidor da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Marcos Fonseca, que declarou seu interesse de implantar o OUV no Estado.

“O sistema é muito bom porque fornece informações gerenciais detalhadas e foi desenvolvido em software livre, com custos reduzidos para o Estado”, comentou Fonseca, que estava acompanhado da subsecretária de Planejamento, Orçamento e Administração, Gecilda Esteves Silva. Gecilda já esteve no Paraná em janeiro deste ano e constatou que o OUV é o sistema que mais se adapta às necessidades da pasta. “O sistema atende a todas as nossas demandas”, afirmou.

Fonseca e Gecilda também entraram em contato com a Celepar (Companhia de Informática do Paraná) para conhecer os detalhes técnicos do programa. O ouvidor do Rio de Janeiro aproveitou a visita para se colocar à disposição do Governo do Paraná para expor os projetos que desenvolve junto a comunidades carentes do Rio de Janeiro.

MODELO - Comparsi de Mello ressaltou o trabalho tanto dos técnicos que criaram o OUV quanto dos que atuam na Ouvidoria. “Foi o fato de a Ouvidoria estar desempenhando seu papel com eficácia que a tornou referência nacional. Fico muito orgulhoso com isto”, disse o secretário, que estava acompanhado do coordenador da Corregedoria e Ouvidoria Geral do Estado, Carlos Batista Soares; do advogado da Seog, Ricardo Luiz Lima Muniz Oliva; e da gerente de Atendimento, Alessandra Halila.

O Sistema OUV é utilizado pela Secretaria Especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral do Estado desde 2003. Desenvolvido em software livre por servidores da Seog e da Celepar, o sistema também gera relatórios de estatísticos de atendimentos, cria cartas que são enviadas aos ouvidores e cidadãos e cataloga telefones, endereços e e-mails. Posteriormente, estes atendimentos são encaminhados pelos técnicos aos órgãos competentes.

Pioneiro na instalação de uma Ouvidoria Pública, o Paraná é modelo nesta área para dezenas de organizações. O Governo do Estado, o Tribunal de Contas e a Companhia de Saneamento de Santa Catarina já adotam o Sistema OUV, assim como o Tribunal de Justiça do Piauí e as Prefeituras de Divinópolis (MG) e Jucás (CE).

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais