Habitação

Cohapar e Ipardes treinam técnicos para pesquisar demanda habitacional no Estado - 03/08/2010 11:10

A Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) conclui, até o próximo dia 20, a primeira etapa dos trabalhos para a implantação do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social (PEHIS), que está sendo executado em parceria com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes). Até o fim do mês todos os municípios estarão com seus técnicos em campo realizando o levantamento de dados da demanda habitacional.

O objetivo da pesquisa é estabelecer as diretrizes para o planejamento e a consolidação das necessidades de moradias de cada cidade. “Isso dará condições ao Estado para criar as fontes de recursos, metas e indicadores que visam promover o acesso à moradia digna para as famílias paranaenses”, disse o presidente da Cohapar, Everaldo Moreno.

Segundo Moreno, o município que não participar da pesquisa não poderá ser incluído nas ações dos programas habitacionais dos governos federal e estadual, uma vez que as demandas serão programadas a partir do levantamento e estudos feitos pelo PEHIS. “É isso que vai garantir as dotações orçamentárias para a construção de moradias, não apenas para o poder público, mas também para a iniciativa privada, que poderá planejar a busca dos recursos junto às instituições financeiras”, ressaltou.

Oficinas - Na próxima semana, entre os dias 9 e 13, duas equipes técnicas estarão nos escritórios regionais da Cohapar de Ponta Grossa, Guarapuava, União da Vitória, Francisco Beltrão, Cascavel, Campo Mourão e Umuarama, realizando as oficinas de treinamento para os técnicos de 215 cidades da área de atuação desses escritórios. Dos dias 16 a 20, a capacitação será para os 148 municípios atendidos pelos escritórios de Cornélio Procópio, Londrina, Apucarana, Maringá e Paranavaí.

“Nesta fase, a Cohapar e o Ipardes estão capacitando os técnicos das áreas sociais e de urbanismo das prefeituras, para realizarem as pesquisas em seus municípios, com a finalidade de levantar a demanda habitacional tanto no meio urbano como rural, de todas as faixas de renda”, explicou a coordenadora do Plano, Bernadeth Dickow, da Cohapar.

De acordo com ela, essa é uma etapa muito importante porque deste treinamento resultará a eficiência da pesquisa de campo, que dará os subsídios necessários para que o Ipardes realize o banco de dados com todo o histórico real das demandas. “É um trabalho inédito porque vai detalhar não apenas moradias de todas as faixas de renda, mas também os vazios urbanos, loteamentos irregulares, assentamentos precários, favelas, conjuntos habitacionais degradados”, destacou Dickow.

Na semana passada, a oficina capacitou técnicos dos 36 municípios da Região Metropolitana de Curitiba e Litoral. Até dia 20, os 399 municípios do Paraná estarão com técnicos em campo, aptos a realizar a segunda fase do Plano, que é a de levantamento dos dados.

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais

  • Assessorias de Comunicação
  • Notícias para Rádios
  • TV ao Vivo
  • Rádio ao Vivo
  • Acesse www.dioe.pr.gov.br. Informação no tempo certo.
  • Saiba tudo sobre a Nova Gripe - Gripe A - Influenza A (H1N1) - Informe-se e previna-se
  • Paraná contra a Dengue - Informe-se e Previna-se
  • Cadastre-se para receber nosso Boletim Informativo