Ouvidoria

Programa Ouvidores da Casa soma 4.237 atendimentos em 2010 - 23/07/2010 16:20

Levantamento feito pela Secretaria Especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral do Estado aponta que, de janeiro a julho deste ano, houve 4.237 atendimentos pelo programa “Ouvidores da Casa”. O número é 4,58% superior ao registrado em igual período de 2009, quando houve 4.143 solicitações. Mantida a média, o volume de atendimentos de 2010 será superior ao do ano passado, quando a Ouvidoria realizou 7.403 atendimentos pelo programa.

O “Ouvidores da Casa” é um programa que busca formar ouvidores em todos os órgãos do Poder Executivo. Os objetivos são descentralizar a Ouvidoria, acelerar o encaminhamento do serviço e romper o formalismo, aproximando o ouvidor dos órgãos e da própria sociedade.

Para o secretário Antonio Comparsi de Mello, os números são um sinal de que o Governo do Paraná ampliou seu diálogo com a sociedade. “As pessoas estão nos procurando mais agora do que antes. Isto mostra que a interiorização adotada pelo governador Orlando Pessuti tem dados ótimos resultados, pois as pessoas se sentem mais à vontade para dialogar com as autoridades públicas e tentar resolver seus problemas junto aos órgãos estaduais”, avalia.

Os ouvidores da Casa são escolhidos pelos respectivos dirigentes das secretarias, autarquias e estatais. Eles têm autonomia para indicar servidores inclusive nas regionais das secretarias e órgãos do Estado. Aos servidores, cabe o papel de receber as demandas enviadas pela Ouvidoria Geral e dar prosseguimento dentro de seus órgãos. Depois, é enviada uma resposta para cada cidadão.

Um dos ouvidores que atuam nos órgãos estaduais é o auditor interno do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER), Lauri Dall Agnolo. Ele foi nomeado para o cargo em 2003. “Este canal de diálogo traz grandes benefícios à comunidade em geral”, explica. Segundo Dall Agnolo, parte expressiva das solicitações, denúncias e reclamações que o DER recebe refere-se às rodovias do Estado.

“Quando fui nomeado, em 2003, existia uma procura muito grande por parte de usuários de rodovias e funcionários, que nos traziam informações sobre situações que ocorriam não só nas estradas como também nos distritos rodoviários. O atendimento melhorou muito e, agora, de todas as solicitações, denúncias e reclamações que recebemos, solucionamos 99,9% dos casos”, afirma. Dessas solicitações, 80% vêm via Ouvidoria, que as repassa ao DER.
Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais