Habitação

Grupo Gestor Integrado do PAC aprova obras de casas da Cohapar - 01/07/2010 16:50

Um relatório sobre o andamento das obras do PAC-Habitacional, feito por diretores e técnicos da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), foi apresentado quarta-feira (30) aos membros do Grupo Gestor Integrado (GGI), composto por representantes do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal. O grupo se reúne periodicamente para acompanhar e avaliar a execução dos empreendimentos.

Os empreendimentos habitacionais e regularização fundiária com recursos do PAC na Região Metropolitana de Curitiba envolvem investimentos de mais de R$ 165 milhões. Ao todo serão 2.596 moradias e cerca de 9.406 regularizações fundiárias, nos municípios de Piraquara, Colombo, Campo Magro e Pinhais. Mais de 50 mil pessoas serão beneficiadas pelas obras de infra-estrutura de saneamento, energia elétrica, pavimentação, obras de drenagem e criação de parques ambientais.

De acordo com o presidente da Cohapar, Everaldo Moreno, as reuniões são necessárias para que os gargalos que vão aparecendo durante a implantação do programa, dificultando algumas ações, possam ser solucionados com maior agilidade e transparência. “Neste encontro, a apresentação foi considerada satisfatória pelos membros do GGI. Isso significa que estamos avançando e que as obras estão seguindo conforme o previsto”, salientou Moreno.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), coordenado pela Cohapar, envolve a realocação de famílias muito carentes que vivem em favelas, nas áreas de risco e preservação ambiental, regularização fundiária, pavimentação, implantação de redes de água, esgoto e energia. “É um amplo programa de inclusão social que proporciona mais dignidade, resgata a cidadania e melhora a qualidade de vida de milhares de pessoas. Essa é uma demonstração da sensibilidade e determinação do governo federal e estadual, para dar uma solução a um dos mais graves problemas sociais”, disse o presidente da Cohapar.

AS OBRAS - Estão sendo executadas e entregues em várias etapas. A maior delas, no Guarituba, vai realocar 803 famílias que vivem em risco de enchentes à beira do rio, nas áreas de mananciais que abastecem a Grande Curitiba. O residencial Madre Tereza de Calcutá terá 694 unidades, das quais 285 estão em obras

As obras do Jardim Marambaia, em Colombo, estão com a maior parte das 188 casas, em fase de cobertura e revestimento. De acordo com o engenheiro Teles, da Cohapar, coordenador do PAC de Colombo, as casas do Residencial Marambaia devem ser concluídas e entregues até o final do ano.

Em Campo Magro, já foram entregues 143 unidades habitacionais, que fazem parte da primeira etapa das obras. Estão em execução outras 245 moradias e 42 terrenos em fase de regularização fundiária. No município os investimentos do PAC, mais as contrapartidas do governo do estado e prefeitura, somam mais de R$ 13 milhões.

O PAC de Pinhais terá investimentos de R$ 36,8 milhões em 906 regularizações e construção de 747 novas moradias para realocar famílias que vivem às margens do rio Palmital e Atuba, na divisa com Curitiba. As intervenções no município beneficiarão aproximadamente 6,6 mil pessoas. A primeira etapa, com 113 unidades já foi iniciada, com as obras de terraplanagem, formação das quadras, arruamento e drenagem. A prefeitura também deu início à colocação de anti-pó.

Todas estas famílias que moram hoje na beira do rio terão uma casa de 40 metros quadrados, com água, esgoto e energia elétrica. Na beira dos rios serão criados parques para preservação do local e impedir novas ocupações em área de risco.
Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais

  • Assessorias de Comunicação
  • Notícias para Rádios
  • TV ao Vivo
  • Rádio ao Vivo
  • Acesse www.dioe.pr.gov.br. Informação no tempo certo.
  • Saiba tudo sobre a Nova Gripe - Gripe A - Influenza A (H1N1) - Informe-se e previna-se
  • Paraná contra a Dengue - Informe-se e Previna-se
  • Cadastre-se para receber nosso Boletim Informativo