Habitação

Superintendente nacional da Caixa diz que Cohapar tem projeto-modelo para o País - 28/08/2009 18:10

O superintendente nacional da Caixa Econômica Federal, Hermínio Basso, afirmou nesta sexta-feira (28) durante reunião de trabalho com o presidente da Cohapar, Rafael Greca, que a Companhia de Habitação do Paraná desenvolveu um projeto modelo de participação no ‘Minha Casa’. “O desenho de participação da Cohapar, em parceira com a CAIXA, é o ideal e deve servir de modelo para demais Estados do País”, afirmou.

“Neste modelo, o Estado, preocupado em solucionar a questão de moradia para a população, busca alternativas e proporciona sinergia junto aos municípios e à CAIXA. Além disso, disponibiliza terrenos, equipe técnica, desenvolve os projetos, dá assistência para os municípios que já tiveram seus contratos assinados. É o melhor modelo que eu vi até hoje e a minha idéia é levá-lo para Rio Grande do Sul e Santa Catarina, já que respondo pela região Sul”, completou o superintendente Nacional da CAIXA.

No Paraná, 14 municípios assinaram contratos para a construção de 2.694 casas, que foram viabilizados pela Cohapar e demais órgãos do governo. Destas, 1.350 são direcionadas às famílias com renda mensal de até três salários. O investimento será de R$ 110 milhões sendo que os recursos totais previstos pelo Governo Federal para o Paraná são de R$ 1,76 bilhão. Todas as áreas aprovadas passaram pela análise do Comitê Estadual do programa, coordenado por Rafael Greca, com a presença de representantes da Copel, Sanepar, Caixa, Suderhsa, IAP, Sedu, Comec, Mineropar e Cohapar, com reuniões semanais.

Durante o encontro de trabalho, Greca enfatizou a necessidade de se estudar novas possibilidades de implantação do ‘Minha Casa’, que beneficiem municípios que não se enquadram dentro das regras atuais do programa. O ‘Minha Casa’ dá subsídio para cidades de mais de 100 mil habitantes, capitais e municípios de regiões metropolitanas. “Nosso primeiro horizonte é
finalizar o estudo dos terrenos que a Cohapar possui nas 26 cidades do interior que se enquadram nas atuais regras do programa e também nas 25 da grande Curitiba. Depois disso, vamos elaborar o projeto e enviar para análise”, detalhou Greca.

Hermínio Basso explicou ao presidente da Cohapar que a CAIXA cumpre as normativas do Ministério das Cidades (MC), mas como se trata de um programa inédito no qual as dificuldades estão sendo apresentadas à medida que os contratos estão sendo assinados a Caixa se compromete a ser porta voz de novas propostas junto ao MC. “Como se trata de um programa inédito pode ser ampliado e adequado às necessidades específicas de cada Estado. Então, peço que elaborem um documento com toda as propostas adequadas ao Estado, já que quem conhece a realidade local são vocês, disse o superintendente Nacional à Rafael Greca”.

Greca contou ao superintendente Nacional que após os contratos assinados está visitando cada município para entregar os projetos urbanísticos elaborados pela equipe da Cohapar e colocando o departamento social à disposição das prefeituras para colaborar no processo de seleção de famílias. Paralelamente, as prefeituras estão abrindo o processo de licitação chamando as construtoras. “Após a contratação da vencedora do processo, a documentação será encaminhada à CAIXA e em no máximo 90 dias as obras terão início”, detalhou.

MINHA CASA, MINHA VIDA - O programa prevê a construção de um milhão de moradias em todo o país. Desse total, 44.172 unidades estão com créditos no Paraná. Cerca de 12 mil serão destinadas para a Região Metropolitana de Curitiba e as demais para cidades com mais de 50 e 100 mil habitantes. “Apenas quatro meses após o lançamento do ‘Minha Casa, Minha Vida’ já contamos com 400 mil casas em todo o Brasil entre contratos assinados e em vias de viabilização”, finalizou Basso.

PAC – O presidente da Cohapar também apresentou ao superintendente Nacional os projetos do PAC em andamento, como o do Guarituba, em Piraquara, e o de Campo Magro, e detalhou o andamento dos de Pinhais e Colombo, todos na região metropolitana de Curitiba. Hermínio Basso agendou uma visita nos canteiros de obras para o próximo mês.

Também participaram do encontro de trabalho os superintendentes regionais da CAIXA, Jorge Kalache e Arielson Bittencourt, e os diretores de Projetos e Administrativo e Financeiro da Cohapar, Jorge Guerra e Juarez Rossetim.
Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar

O que já publicamos sobre:

Últimas Notícias:

Leia mais

  • Assessorias de Comunicação
  • Notícias para Rádios
  • TV ao Vivo
  • Rádio ao Vivo
  • Acesse www.dioe.pr.gov.br. Informação no tempo certo.
  • Saiba tudo sobre a Nova Gripe - Gripe A - Influenza A (H1N1) - Informe-se e previna-se
  • Paraná contra a Dengue - Informe-se e Previna-se
  • Cadastre-se para receber nosso Boletim Informativo